Voltar Ir para o CaridadX

Empreendedorismo Social

Não sabíamos. Mas talvez o que a gente esteja fazendo se chama Empreendedorismo Social...

Empreendedorismo, por empreender, criar uma empresa nova, fazer, o que é sempre tão desafiador, ainda mais desafiador no Brasil.

E Social por termos criado um projeto que tem um bem social, mais ainda, que ajuda pessoas, pessoas que precisam de ajuda.

Mas o que é bem Empreendedorismo Social?

Quem se Importa?

Acho que não tem forma melhor de entender o que é Empreendedorismo Social do que assistir o documentário Quem se Importa? (ver o trailer aqui, ver o documentário aqui). Um documentário feito por brasileiros, com padrão mundial, e com exemplos mundiais.

O próprio documentário é um exemplo de empreendedorismo, feito por uma cineasta brasileira, Mara Mourão. Cineasta, e Empreendedora.

"Todo mundo pode mudar o mundo."

"A força com o maior poder no mundo é uma grande ideia de mudança de padrão, que esteja nas mãos de um grande empreendedor. É essa combinação que move o mundo."

Esses são alguns dos ensinamentos de empreendedores sociais pelo mundo.

O empreendedor social vê o mundo com outros olhos, desafia o status quo, e busca melhorar. Visa mudanças estruturais e de alta escala, que "atravessem", que sejam inseridas nos ideais de formas de pensamento, e que depois andem por si só, através da própria sociedade.

E que venham para o bem.

Setor "Dois e Meio"

O primeiro setor é o Governo. O segundo setor são as Empresas. E o terceiro setor são as Organizações Sem Fins Lucrativos.

O setor 2,5 é algo que fica entre o segundo e o terceiro. Ou seja, é o desafio de se fazer algo para o bem, algo social, que poderia ser encarado como sem fins lucrativos, mas que precisa ser sustentável, que precisa "se sustentar", para que perdure. Não apenas algo que necessita 100% de apoio de outras instituições, nem mesmo algo que necessita 100% do governo, mas algo que seja "autosustentável". E é isso que estamos tentando fazer. Não é filantropia. Não é voluntariado. Mas é algo que precisa perdurar, por isso precisa se autosustentar. Para mais sobre "Setor 2,5" ver aqui.

Não é fácil, como já reportamos, mas estamos dando passos importantes a cada dia. Precisamos criar algo autosustentável para ajudar as pessoas, e uma das maneiras é através da rede, como fazemos. Com a ajuda de todos, podemos ajudar todos. Não é para "fazer para", mas para "fazer com". Com a sociedade. Com a Rede.

E, por final, uma pitada de "inspiração".

"Não pergunte o que o mundo precisa,
pergunte o que faz você se sentir vivo.
Porque o que o mundo precisa,
é de mais pessoas que se sintam vivas."

Premal Shah - Kiva.org